Publicado em Economia

Teste do aspirador de Pó mostra as melhores opções de uso doméstico segundo a PROTESTE

por em10 Outubro 2017 70 acessos
  • .
Report ThisConteúdo Inadequado? Avise-nos

Para a limpeza da casa, o aspirador de pó é um ótimo aliado, mas segundo o teste realizado pela PROTESTE, Associação de Consumidores, eles estão muito longe de atingir a perfeição. Foram levados ao laboratório 13 modelos domésticos e o Electrolux Equipt EQP02 continua sendo o melhor do teste (título recebido em 2016). Aliás, a marca aparece entre os mais satisfatórios do mercado. Mas é preciso pesquisar preços, já que a variação é grande. Para se ter ideia, o modelo campeão pode ser encontrado de R$ 332 a R$ 623.

No entanto, com um pouco de paciência, o consumidor conseguirá passar pela discrepância de preços. O problema maior será a poeira que os aparelhos liberam quando em funcionamento ou quando estão apenas ligados, sem aspirar. É comum que aspiradores suspendam um pouco de pó, mas os produtos avaliados no teste abusaram desse direito. Nenhum deles se mostrou bom o suficiente nesse quesito. Mondial AP 14 Next 1500, EQP02, NAN11 e Easybox foram os únicos classificados como aceitáveis, ainda assim, estão muito longe do ideal. Os outros foram considerados como muito ruins e ruins.

Maioria é ruim em aspiração de pelos

O teste avaliou o desempenho na limpeza, testando os aparelhos em um chão duro e em tapete. Todos foram muito bem no primeiro, já no segundo, a situação foi mais crítica. Electrolux EQP02 foi o único avaliado como muito bom, mas a PROTESTE também indica o Cadence Saturne 1500 ASP551, o Mondial AP 14 Next 1500, o Hepa Max 1680, o Easy Clean Turbo (ambos da Philco), o LIT21 e o SON01, os últimos da Electrolux, que receberam conceito bom.

Foi testada também a capacidade da retirada de pelos de animais. Nesse critério, apenas cinco foram bem: três da Electrolux (LIT21, SON01 e Easybox) e dois da Philco (Easy Clean Turbo e Smart Turbo). O restante foi considerado ruim. Vale ressaltar que o sucesso da aspiração de pelos está ligado à presença de bocal com escova e à sucção – quanto maior, melhor.

No ensaio de fluxo de ar, foi avaliada a capacidade de remoção da poeira, inclusive em cantinhos de difícil acesso. Para isso, observamos a pressão inicial e a perda de carga, conforme a limpeza é feita e o reservatório vai enchendo.

Do teste, apenas o EQP02, o LIT21 e o Easybox (todos da Electrolux) ofereceram bons fluxos, ou seja, a limpeza feita por esses aparelhos tende a ser mais rápida do que as realizadas pelos demais, em especial o NAN11, da mesma marca, único classificado como muito ruim. Entretanto, Mondial, Philco Hepa Max, Cadence e os da Black+Decker, A2B e AP4000, não ficam muito atrás. Os cinco foramconsiderados ruins nesse quesito.

Reservatórios são pequenos

A Associação também avaliou as funções adicionais e os acessórios, como indicador de saco de pó cheio, cordão retrátil (aquele que é guardado com apenas um toque) e filtro HEPA (do inglês, high efficiency particulate air), que possui alta eficiência na retenção de partículas. Este último só é encontrado em cinco modelos do teste: Black+Decker AP4000, Philco Hepa Max 1680, EQP02, LIT21 e Easybox (os três últimos da Electrolux). Mas, com exceção do Electrolux LIT21, todos têm o indicador de reservatório cheio. O cordão também está presente na maioria – menos no Electrolux NAN11 e no Mondial.

No item usabilidade, foi verificado se os aparelhos são fáceis de puxar/empurrar, transportar e operar. E os dois da Black+Decker, o Kärcher, o Philco Hepa Max 1680 e os Electrolux NAN11 e Easybox se destacaram nessa avaliação, recebendo o conceito muito bom. O pior desempenho, nesse critério, foi o do Electrolux SON01, avaliado como ruim. Mas o restante não se saiu mal. Quanto ao transporte e à operação, o Easybox foi o único ruim da amostra. Todos os outros são aceitáveis.

Para medir o grau de facilidade de uso, a PROTESTE avaliou a capacidade do reservatório, o tamanho do cordão de alimentação e o peso do aparelho. Todos os produtos da amostra são fáceis de usar e são eficazes na limpeza de cantos e partes inferiores de móveis. Já a capacidade dos reservatórios, naturalmente, varia de modelo para modelo. Mas, no geral, todos precisam melhorar.  Dos 13 testados, dois (Electrolux Sonic SON01 e Kärcher VC 5100) foram considerados ruins e os outros, muito ruins. E a prova está no fato de que o maior deles (Kärcher) possui reservatório para apenas 2 kg e, ainda assim, tem quase quatro vezes a capacidade do menor.