Publicado em Educação

Festival Porto Rock agita Colégio Visconde de Porto Seguro

por em29 Setembro 2017 48 acessos
  • .
Report ThisConteúdo Inadequado? Avise-nos

Bandas de alunos se apresentam nos três câmpus do Colégio nos dias 15, 28 e 29 deste mês

O Colégio Visconde de Porto Seguro promove neste mês apresentações do festival Porto Rock & Pop Bands, iniciativa musical idealizada pelo Colégio e organizada pela Coordenação Institucional de Cultura da instituição. A ação traz ao palco alunos que participaram de aulas semanais ministradas por professor tutor. As bandas irão se apresentar nos três câmpus do Colégio, sendo dia 15 em Valinhos, 28 no Panamby e 29 no Morumbi.

Com o objetivo de promover e fomentar o intercâmbio cultural, além de incentivar o processo de formação musical, a atividade criada em 2015 reúne estudantes do 9º ano do Fundamental II e do Ensino Médio, apaixonados por música, para formarem bandas e aprenderem técnicas com músicos profissionais. Durante o curso, os estudantes foram orientados em relação à técnica musical, à postura de palco e sobre como tocar em conjunto.

Para Lisie de Lucca, Coordenadora Institucional de Cultura do Colégio Visconde de Porto Seguro, o Porto Rock é um divisor de águas na vida de muitos jovens que participam da ação. “Enxergamos o quanto eles se empenham para trazer alegria e emoção aos convidados, amigos e familiares. Com o Porto Rock, demonstramos que a música é uma ferramenta social imprescindível para a construção de um mundo melhor e mais humano, com mais afeto e união”, comenta.

Conhecido por revelar diversos talentos, quem for ao Porto Rock encontrará um diversificado cenário, com estilos que vão do Rock e Pop internacionais à MPB.  De acordo com o professor responsável pelo projeto, o músico Wagner Chuim, esse festival proporciona um fortalecimento das relações interpessoais entre os alunos e tem sido excelente do ponto de vista educacional. “O Porto Rock utiliza o rock como ferramenta pedagógica. Essa metodologia contribui diretamente para o aperfeiçoamento de habilidades como concentração, disciplina e retórica. Estamos ansiosos por mais uma edição desse festival que já é sucesso entre a comunidade porto-segurense”, diz Chuim.

Para João Pedro Bitelli, aluno do Ensino Médio que participa ativamente do projeto, a iniciativa traz resultados múltiplos. “O Porto Rock é um projeto que vai muito além da música. Ele envolve, desafia e faz o bem. Os desafios de uma banda fortificam valores importantes para o convívio. A formação de amizades, a tolerância de diferenças, essa convivência também existe por um bem maior que se concretiza na realização da música para todos. Por isso a celebração do trabalho é na forma de um grande show para a comunidade do Colégio”, afirma João.

“Que maneira melhor de envolver uma escola na definição de seus alunos? Nesse aspecto, sou grato ao Porto Seguro pela oportunidade de construir habilidades e relações duradouras com mais pessoas e a própria instituição”, completa.

Para obter mais informações sobre a apresentação, acesse a página do Colégio Visconde de Porto Seguro no Facebook.  

Sobre o Porto Rock

 O Porto Rock é uma iniciativa exclusiva criada pelo Colégio Visconde de Porto Seguro com o objetivo de incentivar a criatividade, a linguagem musical espontânea e o desenvolvimento de relações interpessoais, bem como de preparar alunos para apresentações futuras em eventos musicais com espontaneidade, domínio e desenvoltura.

Voltado para estudantes do 9º ano do Fundamental II e do Ensino Médio, dos Currículos Brasileiro e Bilíngue, das três unidades do Colégio (Morumbi, Panamby e Valinhos), o projeto teve início em 2015 e foi marcado pela seleção de candidatos por meio de audição, para a formação de dez grupos, com até seis integrantes cada, de acordo com os instrumentos tocados por eles e a preferência de estilo.

No projeto, músicos tutores fazem o acompanhamento dos grupos em encontros quinzenais no Colégio, local no qual os participantes são orientados sobre como tocar em grupo, ter postura adequada durante as apresentações (presença de palco), elaborar arranjos e repertório, além de aprimorar a parte técnica.

Como diferencial, parte das canções é de autoria dos próprios estudantes, que executam músicas em português, alemão, espanhol e inglês, idiomas que integram a grade curricular do Colégio.

Última modificação em 29 Setembro 2017