Publicado em Meio Ambiente

Edifício Pátio Victor Malzoni tem primeiro biodigestor LFC do Brasil

por em22 Novembro 2017 181 acessos
  • .
Report ThisConteúdo Inadequado? Avise-nos

Equipamento inédito no País transforma resíduos de alimentos produzidos no edifício em água de reuso

O Pátio Victor Malzoni, referência no Brasil pelas iniciativas ambientalmente responsáveis adotadas pelo projeto EcoMalzoni, incorpora na Central de Gerenciamento de Resíduos (CGR) equipamento inédito no Brasil: o biodigestor LFC (Liquid Food Composter).

 

Com capacidade para processar, no mínimo, 1 tonelada de resíduo orgânico por mês, o biodigestor gera um efluente que é automaticamente direcionado à Estação de Tratamento de Esgoto (ETE) do condomínio, onde é transformado em água de reuso para mictórios, irrigação de jardins e espelhos d’água.

 

A solução agrega alta tecnologia, conectividade, praticidade operacional e reforça o compromisso do projeto EcoMalzoni em ampliar as práticas sustentáveis do edifício. Na vanguarda em difundir ações ambientalmente responsáveis no Brasil, a postura do empreendimento já é reconhecida por inúmeros prêmios nas categorias Responsabilidade Social e Sustentabilidade.

 

“O biodigestor LFC otimiza e acelera o processo natural de decomposição de frutas, legumes, verduras e proteínas, por meio de um processo prático, ambientalmente responsável e econômico, com baixo consumo de energia por quilo processado - cerca de 10% em comparação com as máquinas de compostagem convencionais. A tecnologia segue as diretrizes da Política Nacional de Resíduos Sólidos, e contribui para a diminuição dos impactos ambientais ao desviar o resíduo orgânico dos aterros sanitários e lixões”, explica Eduardo Prates, sócio-diretor da Eco Circuito, representante exclusivo desta tecnologia no Brasil.

 

“A instalação deste novo equipamento confirma que o Pátio Malzoni é, sem dúvida, uma referência em inovações tecnológicas em prol da sustentabilidade. Temos orgulho em sempre estar à frente ao adquirir novas tecnologias que promovam a diminuição dos resíduos destinados aos aterros sanitários e, também, contribuindo para ações no âmbito da responsabilidade social”, reforça Marco Charro, da GVM Investimento, um dos proprietários do edifício.

 

Mais sobre o Edifício Pátio Victor Malzoni

 

Localizado na avenida Brigadeiro Faria Lima, n° 3.477,  o Pátio Victor Malzoni é um dos marcos da arquitetura da cidade de São Paulo. É um edifício verde que alia o que há de mais moderno em tecnologia e sustentabilidade com preservação do patrimônio histórico.  Suas duas torres se conectam por um pórtico gigante de 30 metros de altura por 45 metros de largura que servem de moldura para uma Casa Bandeirista do século XVIII. Com 20 andares e seis subsolos, é o prédio com a maior laje corporativa na cidade, 5 mil m².

O Pátio Victor Malzoni investe em iniciativas para Transformar Espaços e Pessoas, diminuindo desperdícios e despertando a conscientização e o envolvimento dos usuários e visitantes do condomínio. Para isso, possui uma central de gestão de resíduos, que produz, por meio de compostagem, 5 toneladas de adubo por mês, usado na horta subterrânea, a primeira da América Latina. O empreendimento, vencedor de diversos prêmios nas categorias sustentabilidade e responsabilidade social, conta ainda com estações de tratamento de esgoto, usina termoelétrica própria, serviços para estimular o uso de bicicleta e um pioneiro espaço de convivência com opções ambientalmente sustentáveis para trabalho, descanso e lazer.

Última modificação em 22 Novembro 2017
Patricia Moraes

Jornalista e content creator