Publicado em ONGs

Adotamos! E agora? Dúvidas serão discutidas durante encontro de novembro

por em06 Novembro 2017 50 acessos
  • .
Report ThisConteúdo Inadequado? Avise-nos

Adotamos! E agora? Dúvidas serão discutidas durante encontro de novembro Pexeles

Reunião acontece uma vez a cada mês; próxima edição será na quarta-feira (8), a partir das 19h30

Durante o processo de adoção surgem várias dúvidas e questionamentos como, por exemplo: "Que mudanças ocorrem na rotina do adotado e do adotante? Como se adaptar um ao outro considerando suas histórias, marcas e hábitos?". Nesta próxima quarta-feira (8), será realizada mais uma edição do encontro mensal da Pontes do Amor, que tem como objetivo esclarecer todas as dúvidas dos postulantes a adoção e das famílias adotivas. A reunião começa a partir das 19h30, na Avenida Fernando Vilela, 2004. Outras informações pelo telefone: (34) 3235-5615.

O evento abordará o tema “Encontro Criança – Família: rotinas familiares na adoção" buscando trazer informações sobre como a família pode lidar com estes desafios. Tanto os pais quanto a criança e adolescente envolvidos no processo de adoção se deparam com esse questionamento nos momentos iniciais em que passam a constituir uma nova família.

Segundo a psicóloga da Pontes de Amor, Anyellem Rosa, a partir da aproximação inicial, mudanças mais práticas na rotina começam a acontecer e necessitam ser pensadas. “Pais e filhos precisam se adaptar aos horários de cada um, à alimentação, ao padrão de sono, ao modo de realizar as tarefas domésticas e, até à religião. Toda essa novidade se transforma em um grande desafio, incluindo as atividades mais simples. Alguns adultos também sentem a necessidade de alterar sua rotina de trabalho, o que precisa ser analisado com bastante cuidado”, explica.

Um fator de mudança relacionado à adoção que costuma provocar bastante discussão é a escola. Neste momento surgem dúvidas se devemos trocar ou não a criança ou adolescente de escola, como trabalhar as dificuldades de aprendizagem e quais os outros acompanhamentos necessários durante o período de adaptação. As mudanças devem ser de acordo com a necessidade e respeitando o tempo de cada um. Ainda nesse processo, pode surgir à possibilidade de acompanhamento por outros profissionais, como psicopedagogas, reforço escolar, psicólogos e fonoaudiólogo, ampliando a rede de cuidado à família.

História com nome fictício

Mário foi adotado aos 8 anos e a família dele passou por vários desafios. Um deles foi o diagnóstico de que a criança possuía Déficit de Atenção e Hiperatividade (TDHA). Com isso, muitas escolas o recusaram e não lhe ofereceram condições de apoio. Eles demoraram a encontrar uma instituição de ensino que entendesse as demandas e especificidades da criança. Outro desafio enfrentado foi o uso do nome de registro na chamada escolar (anterior ao da adoção). Até que o novo registro estivesse pronto, a professora insistia em chamá-lo pelo nome antigo, o que lhe causava desconforto.

Além disso, a falta de histórico de saúde de Mário foi um complicador na rotina para o acompanhamento médico. Ele não possuía cartão de vacina, nem histórico de doenças na família para diagnósticos mais conclusivos. Este, entre tantos, são alguns exemplos de desafios vivenciados nas rotinas pelas famílias adotivas. 

Serviço:
Encontro Mensal de Novembro
Tema: Encontro Criança – Família: rotinas familiares na adoção.
Data: 08 de novembro
Horário: 19h30
Local: Avenida Fernando Vilela, 2004
Informações (34) 3235-5615

Serifa Comunicação

Serifa Comunicação has not set their biography yet

Website.: serifacomunicacao.com.br