Publicado em Outros

O fim do tabu no mercado erótico

por em14 Setembro 2017 66 acessos
  • .
Report ThisConteúdo Inadequado? Avise-nos

O tabu relacionado ao sexo vem perdendo cada vez mais suas forças à proporção que o prazer sexual é relativo à felicidade, como algo nativo e saudável. Hoje as pessoas estão explorando progressivamente a sexualidade, buscando e experimentando de todas as formas possíveis, produtos e posições eróticas que satisfaça e realize todos os seus desejos sexuais.

Vale lembrar que isso se dá porque a internet no mercado brasileiro de produtos eróticos foi a grande responsável por essa mudança da sociedade. O receio das pessoas por serem vistos entrando numa sex shop, não é mais empecilho, já que atualmente com as lojas online é possível comprar os produtos eróticos com total privacidade, segurança e recebe-las em embalagens superdiscretas.

São extensas as opções de produtos eróticos, como: lingeries e fantasias, vibradores, anéis penianos, acessórios para fetiche, géis, lubrificantes e por ai vai. Além de ferramentas que incentivam a relação como: sex toys, cursos, palestras, etc.

Segundo estatísticas da Associação Brasileira das Empresas do Mercado Erótico e Sensual (ABEME) a indústria erótica brasileira movimenta cerca de R$ 1 bilhão de reais por ano, sendo a internet por sua abrangência de pesquisa e privacidade, o setor que mais tem peso para as vendas, com (52%).

Com isso, fazer um investimento para sex shop atacado por exemplo, pode ser extremamente lucrativo, visto que, atualmente o mercado está favorável para o ramo erótico. Contudo, como qualquer negócio, para ter sucesso é necessário planejamento e dedicação, estar atualizado nas tendências, oferecer produtos de qualidade, segurança e principalmente que atenda às necessidades dos consumidores que estão cada vez mais exigentes, procurando produtos que os proporcionem muito mais prazer. 

Última modificação em 14 Setembro 2017