Publicado em Saúde

5 soluções alternativas para a calvície

por em29 Novembro 2017 149 acessos
  • .
Report ThisConteúdo Inadequado? Avise-nos

É fato que o problema da calvície afeta homens e mulheres em todo o mundo. Estima-se que cerca de 70% dos homens desenvolverão o problema até os 70 anos, enquanto, na população feminina, 50% da população serão afetadas. A calvície, ou alopecia, ocorre quando há um afinamento progressivo dos fios de cabelo, deixando o couro cabeludo mais visível, e pode ser causada por diversos fatores, entre eles, herança genética, mudanças hormonais ou até mesmo stress.

Para ajudar aqueles que sofrem da calvície, ai vão cinco alternativas para solucionar o problema:

1-      Laser de baixa potência

A laserterapia de baixa intensidade é um dos tratamentos mais eficazes do momento. O procedimento pode ser realizado em casa, pela própria pessoa, de maneira totalmente indolor, com home-devices como o iGrow Laser, um capacete composto por 51 pontos de luz, sendo 21 de laser de diodo e 30 de LED, que incidem diretamente sobre o couro cabeludo, fortalecendo a raiz para controlar a queda. Outra opção é a Hairmax Laserband, uma tiara que possui 82 pontos de luz, além de pentes que dividem os cabelos, para aumentar a absorção dos raios no couro cabeludo. O produto pode ser rotacionado, a fim de tratar todas as áreas da cabeça, em sessões de poucos minutos.

2-      Cirurgia robótica

Cientistas desenvolveram, recentemente, o ARTAS, um robô criado para transformar o transplante de cabelo em um procedimento menos invasivo. O aparelho foi criado como alternativa ao método tradicional de coleta dos fios, que é totalmente manual, e naturalmente mais demorado. Outra vantagem é que a cirurgia robótica não deixa as cicatrizes da técnica FUT (Transplante de Unidades Foliculares), por adotar a FUE (Extração de Unidades Foliculares), que consiste na extração individual dos folículos, em vez da remoção de uma tira de couro cabeludo.

3-      Micropigmentação

A micropigmentação é um procedimento utilizado para disfarçar as falhas causadas pela queda de cabelo, e consiste na aplicação de pigmentos no couro cabeludo para reproduzir a aparência idêntica dos folículos capilares. Sua duração é em média de 2 a 5 anos. O desbotamento do pigmento está relacionado à técnica utilizada, atividades e cuidados externos como, por exemplo, exposição ao sol e também à adaptação da pele com a tinta. O clareamento ocorre de forma gradativa, já que o pigmento não sai de uma só vez, porém é necessário que sempre ocorra a manutenção para que os efeitos tenham durabilidade.

4-      Intradermoterapia

A intradermoterapia capilar (ou mesoterapia) é indicada para aqueles que experimentam queda capilar em excesso, podendo ser utilizada também para o tratamento da calvície. O método consiste na aplicação de agulhas com nutrientes na região do couro cabeludo, o que visa estimular o crescimento dos fios, aumentando sua espessura e revitalizando-os. Em média são necessárias de 2 a 10 sessões, com periodicidade variando em cada caso. Os resultados esperados são: redução da queda de cabelo e melhora na qualidade e textura dos fios e estímulo do crescimento.

5-      Maquiagem capilar

Opção ideal para quem quer fugir dos tratamentos estéticos com agulhas ou procura melhor custo beneficio. Existem várias opções de maquiagem capilar à disposição no mercado, entre elas o Hairmax Fibers, feito com pó de microfibras de queratina (mesma proteína que constitui o fio de cabelo). Revelando-se como um disfarce imperceptível, basta aplicá-lo nas áreas rarefeitas do couro cabeludo e, instantaneamente, já se observa maior volume. Além disso, o produto dura o dia inteiro, aguentando a ação do suor, chuvas leves ou ventos fortes. O produto é hipoalergênico e compatível com qualquer tratamento capilar.

www.onderma.com.br

Felipe Oliveira

Assessoria de Imprensa Digital

Website.: renown.com.br/