Tecnologia
Efeito Rapunzel: Luz de LED é tecnologia que potencializa o crescimento dos fios
Publicado em Beleza

Em sessões de 3 minutos, home device é solução para levar mais nutrientes ao couro cabeludo, trazendo saúde e vitalidade.

Nos últimos tempos a preocupação e cuidado com o cabelo só tem aumentado. Mulheres e homens têm buscado várias alternativas, mudando desde os hábitos alimentares até a rotina, incluindo em seu dia a dia os mais diversos produtos de beleza e utilizando receitas naturais para deixar os fios bonitos e saudáveis.

Muito desse zelo é em busca do crescimento capilar acelerado, seja para abandonar um corte que não deu certo ou para apostar em um cabelo diferente. O tempo médio de crescimento dos fios é de 0,5 a 1 cm por mês, porém, intensificando os cuidados, o cabelo pode chegar a crescer até 2 cm. Tendo isso em vista, vale testar todos os métodos oferecidos pelo mercado.

Já foi comprovado que a laser terapia de baixa frequência ajuda no tratamento de calvície, e muito além disso, o LED traz uma série de outros benefícios e um deles é a potencialização do processo de crescimento capilar. A Onderma, empresa que investe nesse ramo, apresenta o Hairmax Laserband 82, um aparelho para ser utilizado em casa, 3 vezes por semana, em sessões de aproximadamente 3 minutos.

O tratamento com luz de laser da HairMax estimula o crescimento natural do cabelo e permite que os fios cresçam com maior densidade, força e vitalidade.  Este impulso de laser aumenta o fluxo sanguíneo, levando mais oxigênio e nutrientes aos folículos, além de ativar as defesas antioxidantes e acelerar a eliminação de resíduos. E para potencializar os resultados, o uso da tiara ainda pode ser associada a qualquer outro tipo de tratamento, sem causar nenhum efeito colateral. Esse pode ser mais um cuidado para acrescentar na rotina de beleza e em 3 meses já é possível ver os resultados do uso do aparelho.

No Brasil, o Hairmax Laserband 82 é distribuído, com exclusividade, pelo e-commerce especializado em soluções capilares Onderma. Para mais informações, acesse: www.onderma.com.br

O programa agora inclui categorias especificamente adaptadas aos modelos de negócios dos parceiros, ao mesmo tempo que expande suas ferramentas, recursos e benefícios

Janeiro de 2017 - A Lexmark, líder global em tecnologias de impressão e imagem, anuncia hoje a versão 2018 do seu bem-sucedido programa de parcerias “Lexmark Connect”, por meio do qual atende às necessidades atuais e futuras de seus canais de vendas.

A nova versão do Lexmark Connect oferece diferentes categorias de registro para assegurar maior sucesso na atuação dos canais junto ao mercado, pois traz adaptações de acordo com modelos de negócios específicos e com a base de clientes dos parceiros. Uma categoria, por exemplo, é focada em soluções de negócios, com a oferta de serviços de valor agregado; a outra em volumes para revendedores que se concentram em vender em um modelo transacional.

Ao mesmo tempo, a nova versão do Lexmark Connect fortalece as ofertas de produtos, serviços e soluções da Lexmark; treinamentos e ferramentas para marketing e vendas; bem como sua ampla gama de benefícios, que incluem recursos profissionais para geração de demanda, diferenciação de preços e incentivos ao desempenho, entre outros.

"Estamos muito orgulhosos por poder oferecer aos nossos canais um programa de parcerias único, idealizado para enriquecer suas ofertas aos clientes e, simultaneamente, os conectar com a experiência e o conhecimento da Lexmark", afirma Carlota Jimenez, diretora geral de Vendas e Canais da Lexmark para a América Latina.

A executiva explica que se a empresa é baseada em volumes, a Lexmark tem um portfólio de hardware e suprimentos, com preços competitivos, para ser apresentado aos seus clientes. Mas se a empresa se dedica a oferecer serviços de valor agregado, a Lexmark apresenta um portfólio focado em custo por página, serviços e soluções para permitir a oferta de serviços de impressão gerenciada (MPS). “De qualquer forma, o Lexmark Connect fornece aos nossos parceiros as ferramentas, recursos e benefícios necessários para ajudá-los a ampliar a participação de mercado e os lucros", reforça Carlota.

Embora muitos programas de parceria simplesmente estabeleçam objetivos de volume de vendas, independente do parceiro atingir ou não as metas, o programa Lexmark Connect vai muito mais longe. Os canais registrados obtêm acesso ao portal PartnerNet da Lexmark, que oferece ferramentas exclusivas de marketing e vendas, treinamento, conteúdo e outros recursos.

Além disso, depois de começar a obter receitas, os parceiros podem se qualificar para as categorias Silver, Gold ou Diamond, que contam com diferentes benefícios aprimorados. Podem ganhar ainda créditos "Expertise" para as capacidades existentes e as finalizações de treinamento. O acúmulo de experiência leva a ofertas e benefícios adicionais, dependendo da faixa/escopo e da categoria.

Entre os benefícios oferecidos pelo Lexmark Connect estão: suporte direto de um gerente de contas; ofertas importantes de produtos e serviços; e treinamentos intensivos de vendas. O programa oferece também exposição de alta qualidade e materiais de marketing online para envolver os clientes; promoções especiais, descontos e incentivos; além de oportunidades publicitárias cooperadas para promover a própria empresa e a Lexmark, entre outros diferenciais.

O Programa Lexmark Connect é global e está sendo lançado na América Latina hoje, estando prevista sua chegada a outros países em breve, sempre com as mesmas características.

Para mais Informações sobre o programa, contate seu representante Lexmark ou visite o website: www.lexmark.com.br.

Sobre a Lexmark

A Lexmark cria soluções e tecnologias de imagem inovadoras que ajudam clientes em todo o mundo a imprimir, proteger e gerenciar informações, com facilidade, eficiência e valor incomparável. Abra as possibilidades em Lexmark.com.br.

A Lexmark e o logotipo da Lexmark são marcas comerciais da Lexmark International, Inc., registradas nos EUA e em outros países. Todas as outras marcas comerciais são propriedade de seus respectivos proprietários.

GPCOM Comunicação Corporativa

Clezia Martins Gomes - Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

(11) 3129-5158

O programa agora inclui categorias especificamente adaptadas aos modelos de negócios dos parceiros, ao mesmo tempo que expande suas ferramentas, recursos e benefícios

Janeiro de 2017 - A Lexmark, líder global em tecnologias de impressão e imagem, anuncia hoje a versão 2018 do seu bem-sucedido programa de parcerias “Lexmark Connect”, por meio do qual atende às necessidades atuais e futuras de seus canais de vendas.

A nova versão do Lexmark Connect oferece diferentes categorias de registro para assegurar maior sucesso na atuação dos canais junto ao mercado, pois traz adaptações de acordo com modelos de negócios específicos e com a base de clientes dos parceiros. Uma categoria, por exemplo, é focada em soluções de negócios, com a oferta de serviços de valor agregado; a outra em volumes para revendedores que se concentram em vender em um modelo transacional.

Ao mesmo tempo, a nova versão do Lexmark Connect fortalece as ofertas de produtos, serviços e soluções da Lexmark; treinamentos e ferramentas para marketing e vendas; bem como sua ampla gama de benefícios, que incluem recursos profissionais para geração de demanda, diferenciação de preços e incentivos ao desempenho, entre outros.

"Estamos muito orgulhosos por poder oferecer aos nossos canais um programa de parcerias único, idealizado para enriquecer suas ofertas aos clientes e, simultaneamente, os conectar com a experiência e o conhecimento da Lexmark", afirma Carlota Jimenez, diretora geral de Vendas e Canais da Lexmark para a América Latina.

A executiva explica que se a empresa é baseada em volumes, a Lexmark tem um portfólio de hardware e suprimentos, com preços competitivos, para ser apresentado aos seus clientes. Mas se a empresa se dedica a oferecer serviços de valor agregado, a Lexmark apresenta um portfólio focado em custo por página, serviços e soluções para permitir a oferta de serviços de impressão gerenciada (MPS). “De qualquer forma, o Lexmark Connect fornece aos nossos parceiros as ferramentas, recursos e benefícios necessários para ajudá-los a ampliar a participação de mercado e os lucros", reforça Carlota.

Embora muitos programas de parceria simplesmente estabeleçam objetivos de volume de vendas, independente do parceiro atingir ou não as metas, o programa Lexmark Connect vai muito mais longe. Os canais registrados obtêm acesso ao portal PartnerNet da Lexmark, que oferece ferramentas exclusivas de marketing e vendas, treinamento, conteúdo e outros recursos.

Além disso, depois de começar a obter receitas, os parceiros podem se qualificar para as categorias Silver, Gold ou Diamond, que contam com diferentes benefícios aprimorados. Podem ganhar ainda créditos "Expertise" para as capacidades existentes e as finalizações de treinamento. O acúmulo de experiência leva a ofertas e benefícios adicionais, dependendo da faixa/escopo e da categoria.

Entre os benefícios oferecidos pelo Lexmark Connect estão: suporte direto de um gerente de contas; ofertas importantes de produtos e serviços; e treinamentos intensivos de vendas. O programa oferece também exposição de alta qualidade e materiais de marketing online para envolver os clientes; promoções especiais, descontos e incentivos; além de oportunidades publicitárias cooperadas para promover a própria empresa e a Lexmark, entre outros diferenciais.

O Programa Lexmark Connect é global e está sendo lançado na América Latina hoje, estando prevista sua chegada a outros países em breve, sempre com as mesmas características.

Para mais Informações sobre o programa, contate seu representante Lexmark ou visite o website: www.lexmark.com.br.

Sobre a Lexmark

A Lexmark cria soluções e tecnologias de imagem inovadoras que ajudam clientes em todo o mundo a imprimir, proteger e gerenciar informações, com facilidade, eficiência e valor incomparável. Abra as possibilidades em Lexmark.com.br.

A Lexmark e o logotipo da Lexmark são marcas comerciais da Lexmark International, Inc., registradas nos EUA e em outros países. Todas as outras marcas comerciais são propriedade de seus respectivos proprietários.

GPCOM Comunicação Corporativa

Clezia Martins Gomes - Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

(11) 3129-5158

Telium lança campanha para conectar os internautas no aniversário de São Paulo
Publicado em Tecnologia

Empresa de TI e Telecomunicações comemora os 464 anos da capital paulista compartilhando dicas de eventos, gastronomia e lazer para que a população possa aproveitar o melhor que a cidade tem a oferecer.

Especializada em soluções para conectividade corporativa, a Telium aproveita as comemorações dos 464 anos da cidade de São Paulo para lançar sua nova campanha de marketing. Batizada de “464 razões para se conectar”, a iniciativa vai reunir e compartilhar, nas redes sociais da empresa, dicas de passeios, eventos e gastronomia para que a população possa se divertir e conhecer melhor os encantos da capital paulista. Além de oferecer condições especiais para as empresas que contratarem os serviços durante o mês de janeiro.

Segundo a coordenadora de marketing da empresa, Karina Castelhano, a ideia para esta ação veio do próprio DNA da Telium. “Somos 100% focados em oferecer soluções em tecnologia para que as empresas possam se relacionar e se conectar de forma mais efetiva. Resolvemos levar essa missão adiante, usando nossas redes sociais para estimular as pessoas a se conectarem na vida real.”, explica.

Para os clientes paulistanos, a Telium reserva um pacote promocional, com condições especiais para quem fechar contratos até o dia 31/01, que inclui desconto de R$ 464,00 na primeira mensalidade e entrega do dobro da banda contratada, para acordos com fidelidade a partir de 24 meses.

Para acompanhar as dicas, que serão divulgadas diariamente, basta ficar ligado nas redes sociais daTelium:


Facebook –  @telium
Linkedin – @telium-networks
Blog –  blog.telium.com.br
site – telium.com.br
Youtube - TeliumNetworks

Softwares da Questor facilitaram a adoção do novo modelo do Governo Federal em centenas de empresas beneficiando milhares de usuários. Segurança, redução de erros, precisão cadastral, maior qualidade das informações e agilidade para cumprimento de prazos são os principais desafios superados com a tecnologia

O objetivo do eSocial de simplificar e informatizar as informações hoje dispersas em diferentes meios e plataformas, fundamental na modernização da fiscalização e transparência trabalhista no Brasil, exige das empresas, neste primeiro momento de implantação, elevados esforços de adequação em seus processos. Nesse cenário, a Questor, uma das principais provedoras de soluções tecnológicas voltadas à área de contabilidade fiscal do país, vem desenvolvendo projetos customizados que ganham importância no apoio às empresas nesse momento crucial de transformação organizacional para adaptação ao novo modelo do governo.

De acordo com uma recente pesquisa da Fenacon (Federação Nacional das Empresas de Serviços Contábeis e das Empresas de Assessoramento, Perícias, Informações e Pesquisas), somente 4,4% dizem estar prontas para a operação do novo sistema. O levantamento revelou que 42,9% das companhias ainda não iniciaram a implantação, enquanto o restante está começando a se adaptar agora (29,1%), ou em fase intermediária (23,7%). O principal desafio, segundo o relatório, é conseguir mudar a cultura organizacional e repensar os processos.

Considerada uma das mais destacadas empresas contábeis do país, a Rui Cadete Consultores, sediada em Natal (RN), contou com o Sistema Operacional Questor para realizar a unificação e qualificação de seus cadastros. O projeto, iniciado em Agosto e concluído em Setembro, contemplou o mapeamento de todas as ocorrências previstas na Lei, planejamento de execução destas com prazos e responsáveis, treinamento da equipe de atendimento e aos seus clientes. Desta forma, a Rui Cadete conseguiu adequar toda a carteira de clientes a estarem qualificados ao eSocial. “O projeto nos possibilitou uma regularização cadastral com o Fisco trabalhista e previdenciário e maior organização das rotinas internas da empresa. Desenvolvemos uma ferramenta de levantamento de indicadores e diagnóstico dos clientes perante as obrigatoriedades. A Questor tem nos apoiado desde 2011, com todos os módulos necessários para atender com eficiência nossas demandas”, ressalta Ethel Cristina Maia Mesquita, Diretora Administrativo Financeiro da Rui Cadete.

Já a Soma Contabilidade e Auditoria, empresa catarinense com quase 30 anos atuando na prestação de serviços de contabilidade, utilizou a tecnologia Questor para sanar os problemas cadastrais na adequação ao eSocial. O processo de implementação levou cerca de cinco meses, de agosto a dezembro, e priorizou a qualificação interna do sistema, auditorias, além da unificação dos cadastros gerais. “A Questor nos forneceu treinamentos, tutoriais e auxílio integral no suporte da ferramenta. Desta forma, foi possível antecipar o processo sem a pressão dos prazos, transparecendo maior segurança aos nossos clientes e melhorando a qualidade da informação” explica Eugênio Vicenzi, da Soma.

Fernando Abrantes, Diretor de Tecnologia da ORCOSE - Organização Contábil Serafim – uma das mais tradicionais empresas contábeis do país, explica que o objetivo principal do projeto era preparar todos os clientes para o eSocial de forma antecipada. “Primeiramente focamos na parte cadastral visto a exigência bem detalhada de informações que este projeto possui. Com o auxilio do sistema da Questor conseguimos apontar as falhas cadastrais de forma dinâmica para então levantar as informações com os clientes”, diz Abrantes. O processo iniciado em Junho, que promoveu a qualidade no atendimento ao cliente, já está com 70% dos trabalhos concluídos. “Trata-se de uma mudança total na maneira de executar os trabalhos, no qual o cliente passa a ser parte integrante do início até ao fim do processo. Por isso precisávamos de uma tecnologia capaz de atender todo o aspecto legal pertinente aos setores contábil, fiscal e folha de pagamento. Os sistemas da Questor, por meio de sua equipe, têm atendido com excelência todas as demandas atuais”, completa Abrantes.

Embora atuando em uma carteira de cliente ampla, a Assessorplan Contabil Center, optou por realizar testes voltados ao setor de supermercados, superando com facilidade as dificuldades de adaptação às novas exigências do eSocial. A empresa ingressou na produção restrita com um de seus clientes que dispõe de 500 colaboradores no setor de supermercados em unidades espalhadas pelo Rio Grande do Sul e Santa Catarina. De acordo com Ari Adamy, Diretor Fundador, o grande desafio foi relacionado aos prazos das admissões, ajuste dos dados dos funcionários e configuração dos eventos no sistema. “Inicialmente reiteramos a importância do projeto para nossos clientes e os orientamos a participarem dos treinamentos para aprimorarem seus conhecimentos sobre o tema. Iniciamos as qualificações em agosto e o software da Questor nos auxiliou na identificação de erros e no acesso às informações em tempo hábil para enviar os eventos ao Ambiente de Produção Restrita, trazendo maior segurança ao processo”, finaliza Ari.

Atuando desde 1985, a Questor Sistemas Inteligentes consolidou-se como uma das principais desenvolvedoras de software e soluções tecnológicas voltadas à área de contabilidade fiscal do país. Com uma equipe altamente qualificada de 130 profissionais e 500 consultores em todo o território nacional, a companhia brasileira oferece soluções completas para otimizar a cadeia operacional, contábil, tributária e gerencial das empresas e escritórios contábeis, aumentando a produtividade, reduzindo custos e facilitando a tomada de decisão. Atualmente a tecnologia Questor processa 1,5 milhão de folhas de pagamento ao mês e seus clientes publicam mais de sete milhões de documentos eletrônicos em nuvem por ano. Além disso, atende 350.900 empresas e possui 73.500 usuários ativos e uma taxa de 97% de satisfação entre seus clientes. Com sede em Chapecó - SC e em São Paulo, a Questor é credenciada no Great Place to Work e atende companhias de todos os portes, em todo o Brasil, além de uma rede mais de 60 distribuidores.

  • O termoplástico FDM Nylon 12CF, contendo 35% de fibra de carbono, oferece a resistência e a tolerância necessárias para substituir as peças metálicas.
  • O tempo de reposição das peças de máquinas quebradas também foi reduzido de um mês para uma semana, com a utilização da manufatura aditiva da Stratasys, em comparação com as reposições pelo método tradicional artesanal em metal.

Minneapolis, Minnesota (EUA) e Rehovot (Israel) A Stratasys (Nasdaq:SSYS), líder  global em soluções de tecnologia aditiva aplicada, acaba de anunciar que o bureau de serviços 3D da empresa holandesa Visual First está usando o termoplástico FDM Nylon 12CF, com fibra de carbono, para substituir peças metálicas de equipamentos de seu cliente: The Chocolate Factory.

Devido a sua capacidade de produzir peças de reposição de máquinas com impressão 3D on demand, a Visual First reduziu significativamente o tempo de inatividade das máquinas, garantindo a continuidade da linha de produção da The Chocolate Factory.

Com base em Roterdã, na Holanda, a The Chocolate Factory opera uma rede de equipamentos de embalagem, da qual depende seu rendimento diário e o bom funcionamento da empresa, e que pode ser afetada por problemas em uma peça metálica simples, porém crucial, em forma de gancho, que eleva as barras envolvidas em uma correia transportadora. O problema é que esta peça metálica apresenta defeitos regulares, pelo menos três vezes por mês, e, antes da manufatura aditiva, cada peça de reposição era feita à mão e a entrega demorava mais de um mês.

"É crucial que o equipamento de embalar esteja sempre operacional, especialmente durante períodos agitados, como o Natal. Com a manufatura aditiva da Stratasys, podemos produzir peças sobressalentes customizadas, sob demanda, que podem ser executadas tão eficazmente quanto às metálicas da máquina. Ou seja, podemos fabricar e entregar peças de produção para The Chocolate Factory em menos de uma semana, o que é vital para garantir a continuidade de sua linha de fabricação", explica Carl van de Rijzen, empresário da Visual First.

Peças impressas em 3D com termoplástico composto com fibra de carbono, fortes o suficiente para substituir as metálicas

Van de Rijzen usa o FDM Nylon 12CF, termoplástico composto da Stratasys com 35% de fibra de carbono – um material de alto desempenho na impressora 3D Stratasys Fortus 450mc Production, para produzir as peças de reposição dos equipamentos da The Chocolate Factory. Segundo o executivo, a equipe da The Chocolate Factory está impressionada com a alta relação dureza x peso do material Stratasys FDM Nylon 12CF, que resulta em peças de extrema rigidez.

"O sucesso da peça impressa em 3D foi instantâneo, pois o material é impossível de dobrar. Ela resistiu a todos os testes na máquina e vários turnos foram concluídos sem incidentes. A fábrica agora está desfrutando de um aumento do rendimento da produção, propiciado pela substituição da peça de metal da máquina pela nossa versão impressa em 3D", reforça van de Rijzen.

Antes, a constante intervenção humana fazia com que a funcionalidade da peça metálica fosse afetada e a máquina era frequentemente danificada. "Agora, com a capacidade de otimizar o design da peça com a Stratasys Fortus 450mc, isto melhorou porque a peça é muito mais leve do que sua contrapartida metálica. A The Chocolate Factory também está desfrutando de benefícios econômicos expressivos, pois sua equipe relatou uma redução de 60% dos custos por peça", continua van de Rijzen.

Depois do sucesso da substituição da peça metálica pela impressa em 3D, a The Chocolate Factory está agora contando com a Visual First para resolver outros desafios de design, principalmente para desenvolver um protótipo de molde de vazamento a fim de testar a aceitação de seus produtos. Tradicionalmente, este molde é feito de plástico, que é tanto demorado, quanto caro. "Com moldes impressos em 3D na Stratasys Fortus 450mc, a The Chocolate Factory poderá acelerar ainda mais seus processos de produção", diz van de Rijzen.

Para Nadav Sella, chefe da unidade de negócios “Emerging Solutions” da Stratasys, a empresa está testemunhando o crescimento da demanda por peças de produção e de reposição impressas em 3D para equipamentos industriais, especialmente para máquinas de embalagem. "Essas máquinas exigem um alto nível de customização devido à grande variedade de produtos que são embalados. Em muitos casos, o uso da manufatura aditiva pode não só economizar tempo e reduzir custos durante a fabricação destes equipamentos, mas também pode torná-los mais eficientes, diminuindo peso, simplificando o design e aumentando a funcionalidade", ressalta Sella.

Este press release tem características multimedia. Veja sua versão complete no link: http://www.businesswire.com/news/home/20180109005970/en/

Sobre a Stratasys

A Stratasys (NASDAQ: SSYS) é líder mundial em soluções de tecnologia aditiva aplicada às indústrias, incluindo aeroespacial, automotiva, saúde, bens de consumo e educação. Por quase 30 anos, um foco intenso e contínuo nos requisitos de negócios dos clientes tem alimentado inovações significativas - 1.200 patentes de tecnologia aditivas concedidas e pendentes - que criam um novo valor nos processos do ciclo de vida do produto, desde protótipos de design até ferramentas de fabricação e peças para uso final. O ecossistema de impressão 3D Stratasys de soluções e expertise - materiais avançados; software com controle de nível de voxel; impressoras 3D FDM e PolyJet precisas, com alta capacidade de repetibilidade e confiáveis; serviços especializados em aplicações; peças sob demanda e parcerias que definem a indústria - trabalha para assegurar uma integração perfeita no fluxo de trabalho em constante evolução de cada cliente. Cumprindo o potencial real da manufatura aditiva, a Stratasys oferece aplicações inovadoras específicas para a indústria que aceleram os processos de negócios, otimizam as cadeias de valor e impulsionam as melhorias no desempenho dos negócios para milhares de líderes prontos para o futuro em todo o mundo. Sede corporativa: Minneapolis, Minnesota e Rehovot, Israel, online em: http://www.stratasys.com, http://blog.stratasys.com e LinkedIn.

GPCOM Comunicação Corporativa

Clezia Martins Gomes - Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

(11) 3129-5158

ESET adverte sobre trojans que se espalham no Android
Publicado em Tecnologia

O laboratório de pesquisa da ESET América Latina analisa trojans que propagam adware, software que mostra ou baixa conteúdo publicitário para os equipamentos de um usuário, em dispositivos móveis com Android

 

São Paulo, Brasil – A ESET América Latina, empresa líder em detecção proativa de ameaças, alerta que os trojans móveis são uma das ameaças mais difundidas entre os usuários do Android nos últimos anos.

Em 2017, uma nova variante de downloader (códigos capazes de instalar aplicativos baixados da rede no equipamento) cresceu entre os usuários latino-americanos, e se posiciona como a variante mais detectada desse tipo de ameaça na região. Ela é espalhada por servidores maliciosos, lojas não oficiais e sites de malvertising, se passando por falsas soluções de segurança móvel, reprodutores de música e vídeo, atualizações do sistema, Flash Player, WhatsApp e aplicativos de pornografia.

Uma das principais funcionalidades do malware é comandar dezenas de anúncios publicitários, alguns dos quais serão exibidos aos usuários finais. Uma vez instalado no sistema, o app ficará oculto no ícone do menu de aplicativos para passar despercebido e contatará o servidor, que por sua vez, enviará os parâmetros de configuração, iniciando um processo de compartilhamento de anúncios em segundo plano.

Em várias fraudes que prometem iPhones gratuitos, os falsos alertas de malware que redirecionam para aplicativos potencialmente perigosos, os sites de pornografia e de apostas esportivas são alguns dos anúncios que cobrem a tela do dispositivo em minutos. Além do aborrecimento que a quantidade incessante de janelas abertas causará ao usuário, o consumo de rede poderá aumentar os custos de telefonia e reduzir drasticamente a utilidade da bateria.

Este trojan também tem a capacidade de espalhar outros códigos maliciosos que ele baixa e instala no celular. Entre eles, um aplicativo que afirma ser capaz de medir a frequência cardíaca usando a lanterna do dispositivo, enquanto possui uma arquitetura dedicada a exibir propagandas.

"Felizmente, nenhum desses aplicativos impede o usuário de desinstalar o arquivo executável, então, uma vez identificado, é possível removê-los usando as opções de configuração do sistema. A maneira mais simples de lidar com códigos maliciosos é bloquear sua propagação. Isso pode ser feito em conjunto com uma solução de segurança que detecta e bloqueia qualquer tipo de site de reputação duvidosa, como os responsáveis pela divulgação deste trojan”, diz Denise Giusto Bilic, especialista em segurança de TI da ESET América Latina.

Analisando as detecções do downloader na região durante 2017, a ESET América Latina descobriu que o ranking dos países com maior número de detecções é liderado pelo México (24%), Guatemala (14%), Brasil (9%), Colômbia (8 %) e Bolívia (7%). A partir de novembro, a Bolívia e países da América Central foram os mais afetados. Proporcionalmente, os cinco países mais afetados são Guatemala, Trinidad e Tobago, Bolívia, Nicarágua e Honduras.

"Para evitar esses riscos, a educação e a conscientização são fatores vitais na identificação de campanhas de engenharia social e na prevenção contra ameaças associadas à instalação de aplicativos não confiáveis. Também é importante ter uma solução de segurança móvel capaz de analisar os executáveis baixados e eliminá-los rapidamente, caso sejam arquivos mal-intencionados ", conclui o especialista.

Para mais informações, acesse o WeLiveSecurity, portal de notícias de segurança informática da ESET: https://www.welivesecurity.com/br/

Proporcionalmente, os cinco países mais afetados são Guatemala, Trinidad e Tobago, Bolívia, Nicarágua e Honduras.

 

  • A fabricação rápida e econômica de ferramentas complexas com manufatura aditiva da Stratasys permite que a empresa faça trabalhos de produção de baixo volume para os clientes.
  • Usando a impressora 3D Stratasys Fortus 450mc Production, as ferramentas são produzidas 66% mais rápido, 75% mais leves e com custo 50% menor se comparado aos métodos de fabricação tradicionais.

Minneapolis, Minnesota (EUA) e Rehovot (Israel) A Stratasys (Nasdaq:SSYS), líder  global em soluções de tecnologia aditiva aplicada, anuncia que a Indaero, empresa espanhola de engenharia aérea, assegurou novos negócios com diversos fornecedores da Airbus nível 1 e  2 ao começar a usar a impressora 3D Stratasys FDM para a produção de ferramentas complexas.

A Indaero fabrica painéis de aeronaves para clientes-chave, como a Airbus e seus fornecedores, oferecendo uma ampla gama de serviços, incluindo design, engenharia, ferramentaria, soldagem e pintura. Com grande parte da concorrência limitada a apenas alguns serviços, a empresa investiu em uma impressora 3D Stratasys Fortus 450mc Production. O movimento possibilitou que a Indaero ampliasse sua oferta em ferramentas leves e complexas, que não podem ser produzidas com a fabricação tradicional, além de se diferenciar como um projeto de ponta a ponta para o serviço de produção.

"A aeroespacial é diferente de outras indústrias, que produzem grandes volumes de ferramentas. Por isso, tradicionalmente, usaríamos moldagem por injeção ou usinagem CNC para fabricar ferramentas de produção, mas isso seria muito demorado e dispendioso. Com a nossa Impressora 3D Fortus 450mc, podemos atender à produção de baixos volumes de forma rápida e econômica, produzindo muitas ferramentas diferentes sob demanda para acelerar o processo de fabricação e garantir que atendamos os prazos de entrega dos clientes”, explica Darío González Fernández, CEO da Indaero.

Segundo ele, a importância do material ULTEM 9085 também não pode ser subestimada. "Este material se tornou parte integrante do processo de produção, pois é certificado para o setor aeroespacial e conhecido pelo cliente Airbus para uma série de aplicações de aeronaves. Com sua combinação única de alta relação força-peso e certificação FST (chama, fumaça e toxicidade), podemos imprimir em 3D ferramentas robustas e leves e responder a produção de peças em voo de curto prazo se necessário – o que nos dá uma vantagem única versus concorrência", ressalta González.

O ferramental "curvo" complexo impresso em 3D leva a um aumento de negócios

A impressora 3D Stratasys Fortus 450mc é usada pela Indaero para fabricar várias ferramentas de produção. Crucial para conseguir isso é a capacidade de projetar e produzir rapidamente geometrias curvas complexas, que se encaixam perfeitamente nas formas intrincadas dos painéis da aeronave. Anteriormente, a empresa estava limitada a produzir formas planas com métodos tradicionais, o que afetou o desempenho da ferramenta final durante a fixação ao painel pelos trabalhadores.

"A impressora 3D mudou o jogo para nós. Isto porque a capacidade de imprimir ferramentas em 3D curvas em materiais robustos nos fez perceber a importância de ter este ferramental que se encaixa perfeitamente nos painéis. Isto não só facilita o trabalho dos operadores, mas também liberta recursos e aumenta nossa produtividade geral. Essa melhoria foi imediatamente reconhecida por uma série de provedores líderes da Airbus, como a Aernnova, que antes trabalhava com nossos concorrentes e cujos negócios conseguimos posteriormente", destaca González.

Para a Aernnova, por exemplo, usamos a impressora 3D Stratasys Fortus 450mc para otimizar uma série de ferramentas de produção para a fabricação de um helicóptero Airbus NH90. Em particular, destacamos uma ferramenta de fabricação impressa em 3D para consertar uma caixa deslizante no painel interior da asa do helicóptero. Tradicionalmente, uma ferramenta de alumínio pesava doze quilos e exigia dois operadores para segurá-la contra o painel, enquanto marcava os furos. Com as geometrias complexas alcançáveis com a impressão em 3D, a equipe redesenhou a ferramenta com uma curvatura que se encaixava perfeitamente na estrutura do painel. Como resultado, a Indaero forneceu à Aernnova uma nova ferramenta mais efetiva, nove quilos mais leve do que sua antecessora, de forma independente, ou seja, não precisa mais ser segurada pelos operadores.

"Integrar a impressão Stratasys FDM 3D em ferramentas de produção para este projeto tem nos apresentado vários benefícios. Em primeiro lugar, a partir de uma perspectiva de recursos, agora não há necessidade de dois operadores, pois a ferramenta se encaixa no painel de forma independente, deixando um operador posicionar a caixa deslizante com ambas as mãos livres. Em segundo lugar, podemos produzir uma ferramenta leve e robusta, além de ficar pronta 66% mais rápido do que com usinagem CNC. Como resultado, esta parte do projeto é concluída antes do tempo, levando a uma economia de mais de 50% nos custos de fabricação. A resposta do cliente foi fantástica", detalha o executivo da Indaero.

Andy Middleton, presidente da Stratasys EMEA, conclui que FDM tem sido uma tecnologia aditiva escolhida pela indústria aeroespacial, particularmente para aplicações de ferramentas personalizadas. Empresas como a Indaero estão aproveitando materiais de alto desempenho, como ULTEM 9085, para produzir ferramental de melhor desempenho para o chão de fábrica com reduções de tempo e custos. “Não é surpresa que essas empresas prontas para o futuro estejam melhorando o desempenho do negócio como resultado”, conclui Middleton.

Sobre a Stratasys

A Stratasys (NASDAQ: SSYS) é líder mundial em soluções de tecnologia aditiva aplicada às indústrias, incluindo aeroespacial, automotiva, saúde, bens de consumo e educação. Por quase 30 anos, um foco intenso e contínuo nos requisitos de negócios dos clientes tem alimentado inovações significativas - 1.200 patentes de tecnologia aditivas concedidas e pendentes - que criam um novo valor nos processos do ciclo de vida do produto, desde protótipos de design até ferramentas de fabricação e peças para uso final. O ecossistema de impressão 3D Stratasys de soluções e expertise - materiais avançados; software com controle de nível de voxel; impressoras 3D FDM e PolyJet precisas, com alta capacidade de repetibilidade e confiáveis; serviços especializados em aplicações; peças sob demanda e parcerias que definem a indústria - trabalha para assegurar uma integração perfeita no fluxo de trabalho em constante evolução de cada cliente. Cumprindo o potencial real da manufatura aditiva, a Stratasys oferece aplicações inovadoras específicas para a indústria que aceleram os processos de negócios, otimizam as cadeias de valor e impulsionam as melhorias no desempenho dos negócios para milhares de líderes prontos para o futuro em todo o mundo. Sede corporativa: Minneapolis, Minnesota e Rehovot, Israel, online em: http://www.stratasys.com, http://blog.stratasys.com e LinkedIn.

GPCOM Comunicação Corporativa

Clezia Martins Gomes - Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

(11) 3129-5158

 

  • A fabricação rápida e econômica de ferramentas complexas com manufatura aditiva da Stratasys permite que a empresa faça trabalhos de produção de baixo volume para os clientes.
  • Usando a impressora 3D Stratasys Fortus 450mc Production, as ferramentas são produzidas 66% mais rápido, 75% mais leves e com custo 50% menor se comparado aos métodos de fabricação tradicionais.

Minneapolis, Minnesota (EUA) e Rehovot (Israel) A Stratasys (Nasdaq:SSYS), líder  global em soluções de tecnologia aditiva aplicada, anuncia que a Indaero, empresa espanhola de engenharia aérea, assegurou novos negócios com diversos fornecedores da Airbus nível 1 e  2 ao começar a usar a impressora 3D Stratasys FDM para a produção de ferramentas complexas.

A Indaero fabrica painéis de aeronaves para clientes-chave, como a Airbus e seus fornecedores, oferecendo uma ampla gama de serviços, incluindo design, engenharia, ferramentaria, soldagem e pintura. Com grande parte da concorrência limitada a apenas alguns serviços, a empresa investiu em uma impressora 3D Stratasys Fortus 450mc Production. O movimento possibilitou que a Indaero ampliasse sua oferta em ferramentas leves e complexas, que não podem ser produzidas com a fabricação tradicional, além de se diferenciar como um projeto de ponta a ponta para o serviço de produção.

"A aeroespacial é diferente de outras indústrias, que produzem grandes volumes de ferramentas. Por isso, tradicionalmente, usaríamos moldagem por injeção ou usinagem CNC para fabricar ferramentas de produção, mas isso seria muito demorado e dispendioso. Com a nossa Impressora 3D Fortus 450mc, podemos atender à produção de baixos volumes de forma rápida e econômica, produzindo muitas ferramentas diferentes sob demanda para acelerar o processo de fabricação e garantir que atendamos os prazos de entrega dos clientes”, explica Darío González Fernández, CEO da Indaero.

Segundo ele, a importância do material ULTEM 9085 também não pode ser subestimada. "Este material se tornou parte integrante do processo de produção, pois é certificado para o setor aeroespacial e conhecido pelo cliente Airbus para uma série de aplicações de aeronaves. Com sua combinação única de alta relação força-peso e certificação FST (chama, fumaça e toxicidade), podemos imprimir em 3D ferramentas robustas e leves e responder a produção de peças em voo de curto prazo se necessário – o que nos dá uma vantagem única versus concorrência", ressalta González.

O ferramental "curvo" complexo impresso em 3D leva a um aumento de negócios

A impressora 3D Stratasys Fortus 450mc é usada pela Indaero para fabricar várias ferramentas de produção. Crucial para conseguir isso é a capacidade de projetar e produzir rapidamente geometrias curvas complexas, que se encaixam perfeitamente nas formas intrincadas dos painéis da aeronave. Anteriormente, a empresa estava limitada a produzir formas planas com métodos tradicionais, o que afetou o desempenho da ferramenta final durante a fixação ao painel pelos trabalhadores.

"A impressora 3D mudou o jogo para nós. Isto porque a capacidade de imprimir ferramentas em 3D curvas em materiais robustos nos fez perceber a importância de ter este ferramental que se encaixa perfeitamente nos painéis. Isto não só facilita o trabalho dos operadores, mas também liberta recursos e aumenta nossa produtividade geral. Essa melhoria foi imediatamente reconhecida por uma série de provedores líderes da Airbus, como a Aernnova, que antes trabalhava com nossos concorrentes e cujos negócios conseguimos posteriormente", destaca González.

Para a Aernnova, por exemplo, usamos a impressora 3D Stratasys Fortus 450mc para otimizar uma série de ferramentas de produção para a fabricação de um helicóptero Airbus NH90. Em particular, destacamos uma ferramenta de fabricação impressa em 3D para consertar uma caixa deslizante no painel interior da asa do helicóptero. Tradicionalmente, uma ferramenta de alumínio pesava doze quilos e exigia dois operadores para segurá-la contra o painel, enquanto marcava os furos. Com as geometrias complexas alcançáveis com a impressão em 3D, a equipe redesenhou a ferramenta com uma curvatura que se encaixava perfeitamente na estrutura do painel. Como resultado, a Indaero forneceu à Aernnova uma nova ferramenta mais efetiva, nove quilos mais leve do que sua antecessora, de forma independente, ou seja, não precisa mais ser segurada pelos operadores.

"Integrar a impressão Stratasys FDM 3D em ferramentas de produção para este projeto tem nos apresentado vários benefícios. Em primeiro lugar, a partir de uma perspectiva de recursos, agora não há necessidade de dois operadores, pois a ferramenta se encaixa no painel de forma independente, deixando um operador posicionar a caixa deslizante com ambas as mãos livres. Em segundo lugar, podemos produzir uma ferramenta leve e robusta, além de ficar pronta 66% mais rápido do que com usinagem CNC. Como resultado, esta parte do projeto é concluída antes do tempo, levando a uma economia de mais de 50% nos custos de fabricação. A resposta do cliente foi fantástica", detalha o executivo da Indaero.

Andy Middleton, presidente da Stratasys EMEA, conclui que FDM tem sido uma tecnologia aditiva escolhida pela indústria aeroespacial, particularmente para aplicações de ferramentas personalizadas. Empresas como a Indaero estão aproveitando materiais de alto desempenho, como ULTEM 9085, para produzir ferramental de melhor desempenho para o chão de fábrica com reduções de tempo e custos. “Não é surpresa que essas empresas prontas para o futuro estejam melhorando o desempenho do negócio como resultado”, conclui Middleton.

Sobre a Stratasys

A Stratasys (NASDAQ: SSYS) é líder mundial em soluções de tecnologia aditiva aplicada às indústrias, incluindo aeroespacial, automotiva, saúde, bens de consumo e educação. Por quase 30 anos, um foco intenso e contínuo nos requisitos de negócios dos clientes tem alimentado inovações significativas - 1.200 patentes de tecnologia aditivas concedidas e pendentes - que criam um novo valor nos processos do ciclo de vida do produto, desde protótipos de design até ferramentas de fabricação e peças para uso final. O ecossistema de impressão 3D Stratasys de soluções e expertise - materiais avançados; software com controle de nível de voxel; impressoras 3D FDM e PolyJet precisas, com alta capacidade de repetibilidade e confiáveis; serviços especializados em aplicações; peças sob demanda e parcerias que definem a indústria - trabalha para assegurar uma integração perfeita no fluxo de trabalho em constante evolução de cada cliente. Cumprindo o potencial real da manufatura aditiva, a Stratasys oferece aplicações inovadoras específicas para a indústria que aceleram os processos de negócios, otimizam as cadeias de valor e impulsionam as melhorias no desempenho dos negócios para milhares de líderes prontos para o futuro em todo o mundo. Sede corporativa: Minneapolis, Minnesota e Rehovot, Israel, online em: http://www.stratasys.com, http://blog.stratasys.com e LinkedIn.

GPCOM Comunicação Corporativa

Clezia Martins Gomes - Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

(11) 3129-5158

Eugenio Romanini assume presidência da SUCESU-RS para biênio 2018/2019
Publicado em Tecnologia

Em assembleia extraordinária realizada na noite de 21 de dezembro, em Porto Alegre, a SUCESU-RS, elegeu o novo presidente: Eugênio Romanini, CIO do Banco Topázio, assume a entidade para o biênio 2018/2019. “Me sinto honrado em ter sido escolhido  para levar a frente o trabalho realizado pela Sucesu-RS nos últimos anos. Agradeço a confiança dos meus amigos, vice-presidentes e diretores que seguem comigo nesta jornada. Serão dois anos de muito trabalho e contribuição para a TI do RS”, destaca Romanini, que assume em um momento especial, pois em 2018 a entidade celebra 50 anos de história, sendo uma das mais antigas do Brasil. A maior parte dos membros da diretoria seguem os mesmos da gestão de Daniel Scherer, que deixou a presidência após dois anos (abaixo nominata).

Romanini tem mais de 25 anos de experiência no setor de TI, já tendo atuado em empresas como ITS System; CDL Porto Alegre; Puras do Brasil e Roullier Brasil. É mestre em Estratégia Empresarial (PUCRS); com pós-graduação em Gestão Empresarial (Ibrape) e graduação em Análise de Sistemas (USC – Universidade do Sagrado Coração). Nos últimos dois anos, atuou ao lado de Scherer na Diretoria de Governança e Qualidade da SUCESU-RS.

Daniel Scherer avalia sua gestão com orgulho e saudade. “Nestes dois anos criamos um corpo de gestão bastante coerente, coeso, democrático e, principalmente, comprometido com a entidade e seus associados. Fico feliz que praticamente todo o grupo se mantém para a próxima gestão e agora com muito mais experiência”, aponta. De sua gestão, destaca algumas ações como a realização do maior Seminário Executivo de toda história, com quase 500 pessoas (Gramado/2016); a criação do Seminário Gestores de TI; o fortalecimento dos Grupos de Usuários – GUs; o relacionamento com as demais entidades e poder público e aproximação com os centros de pesquisa das Universidades gaúchas.

DIRETORIA SUCESU-RS BIÊNIO 2018/2019

Presidente: Eugênio Romanini

Vice-Presidente de Administração e Finanças – Marco Antônio Spadoni

Vice-Presidente de Grupos de Usuários – Rafael Vilarino Kuhn

Vice-Presidente de Marketing e Eventos – Maria Luiza Falsarella Malvezzi

Vice-Presidente de Treinamento e Ensino – Nilson Ayala

Foto Daniel e Eugenio

https://www.dropbox.com/s/dc7qdlu2y6fwpic/daniel_eugenio.jpg?dl=0

Sobre a SUCESU-RS (www.sucesurs.org.br)

A SUCESU-RS - Associação dos Usuários de Informática e Telecomunicações do RS - faz parte de uma rede nacional que constitui a única entidade que cuida exclusivamente dos interesses dos usuários corporativos de TIC (Informática e Telecomunicações). Completou, em 2016, 49 anos de história, sendo uma das primeiras entidades do estado e pioneira no setor de TI. 

INFORMAÇÕES PARA IMPRENSA
Grazieli Gotardo – 51 – 99162-0568 –
Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.  
Tatiane Mizetti (Conrerp/4ª 2820) –
Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.
51 3398-7958/ 51 99162-0568
Reverso Comunicação Integrada (Conrerp/4ª PJ116)
www.reversocomunicacao.com.br