Publicado em Tecnologia

Futurecom 2017 bate recorde de público com 15 mil visitantes

por em06 Outubro 2017 45 acessos
  • .
Report ThisConteúdo Inadequado? Avise-nos

São Paulo, outubro de 2017 – O Futurecom 2017 celebra o encerramento de sua 19ª edição com público recorde de 15 mil visitantes. Foram 220 empresas expositoras e mais cinco auditórios, onde foram debatidas as questões que balizam a influência da tecnologia na vida das pessoas, com destaque para a Internet das Coisas (IoT).

O evento reafirmou sua importância nas discussões das políticas públicas voltadas aos setores de tecnologia e das comunicações desde sua abertura, que contou com a presença do presidente da República, Michel Temer; dos ministros da Fazenda, Henrique Meirelles; da Ciência, Tecnologia, Inovação e Comunicação (MCTIC), Gilberto Kassab e da Cultura, Sérgio de Sá Leitão; do secretário de Telecomunicações do MCTIC, André Borges; do secretário de Política de Informática (Sepin) do MCTIC, Maximiliano Martinhão; e do presidente da Anatel, Juarez Quadros.
“A participação do primeiro presidente da República em exercício no Futurecom e de três ministros reforça a valorização do nosso setor. O evento demonstrou com clareza que o mundo de TICs está mudando e que as empresas que compreenderem essas transformações estarão abrindo novos horizontes, com extraordinárias oportunidades no mundo dos negócios, afirma Laudalio Veiga, fundador do Futurecom.

Os temas mais abordados pelos 320 palestrantes foram Internet das Coisas (IoT) e conexão 5G. Foram 31 paineis, 112 palestras e eventos paralelos como os da Abranet, Abrint, Ciena, Forum China Brasil de Telecomunicações, Startup Session, hackatons e Design Thinking. “Trouxemos este ano uma série de novidades, como os tours guiados, onde os visitantes tiveram a oportunidade de conferir as novas tecnologias – 5G e IoT – nos estandes dos expositores, além de interagir com especialistas sobre as possibilidades de novas aplicações”, destaca Luis Veiga, diretor do Futurecom.

Outra inovação para a edição deste ano foi o IoT Applications, espaço de 200m2 dedicado a várias demonstrações. “O objetivo é incentivar a adoção de IoT em diversos segmentos, tais como: Indústria 4.0, Saúde, Educação, Cidades Inteligentes e Agronegócio. A revolução digital está cada vez mais pujante”, disse André Veiga, diretor do Futurecom.

Além dos visitantes e congressistas, mais de 400 jornalistas tiveram a oportunidade de conhecer os vários benefícios aos usuários em aplicações que envolvem inteligência artificial e realidade aumentada na cobertura das mídias impressas e eletrônicas. “Futurecom reforça sua posição como o ponto de encontro e de negócios de todo o ecossistema das TICs na América Latina. Esperamos repetir o sucesso de 2017 no próximo ano, quando completaremos 20 edições do evento”, comemora Hermano Pinto, diretor da Informa/Futurecom.

Entre as empresas expositoras, o resultado do networking foi positivo.“O Futurecom é o momento de a nossa indústria mostrar sua relevância e o evento tem o papel de desafiar esse presente e mostrar o que o futuro nos reserva. Os expositores, juntos, são o motor da economia e dessa nova era digital, que já está transformando a sociedade” afirma André Eletério, diretor de marketing e comunicação da NEC.

Renata Randi, diretora de marketing e alianças da Logicalis, disse que "Futurecom, para nós, é o ambiente em que conseguimos materializar e expor a nossa proposta de valor: permitir que os clientes ousem imaginar e mostrar que somos capazes de realizar a transformação de seus negócios com uso de tecnologia".

"A EAI Brasil participou pela primeira vez da Futurecom. Nos quatro dias, nós recebemos muitos visitantes qualificados no stand, interessados em inovação e alternativas em telefonia IP Puro e IoT. Fizemos apresentações técnicas do innovaphone PBX que atende empresas de qualquer porte e as pessoas ficaram muito entusiasmadas com as nossas soluções de IoT em Health, não só para o segmento de saúde, como para uso pessoal. Ano que vem, voltaremos", comenta Karin Côrrea, diretora de Professional Services da EAI Brasil.
Segundo Jaqueline Lee, diretora de marketing da Qualcomm para a América Latina, o evento deste ano se destacou por seu caráter inovador, pela busca de novas oportunidades de negócios para as empresas participantes e pela introdução de temas que começam a ganhar relevância no mercado, como a Internet das Coisas, ou IoT. “A Qualcomm vem participando há vários anos, através de nossas novas tecnologias e visão de futuro para o segmento de tecnologia e telecom. Procuramos viabilizar a participação de executivos internacionais e talentos locais no congresso e buscamos colaborar com temas e tendências de interesse ao setor. O Futurecom é um evento de excelente nível, feito com muito profissionalismo e estamos bastante satisfeitos com o resultado obtido”, ressalta.

Para André Magno, diretor de produtos de data center da Level 3 Brasil, o “Futurecom é uma ótima oportunidade para a Level 3 reforçar o posicionamento de empresa estratégica para os negócios de outras empresas e ampliar a visibilidade das soluções no setor de tecnologia, alinhando-se assim à estratégia global da companhia. A transformação digital não pode ocorrer sem uma sólida estrutura de redes para sustentá-la. É nesse momento que a Level 3 com sua experiência e magnitude contribui oferecendo um serviço de telecomunicações e transferência de dados robusto, confiável e eficaz para atender a todas as tendências e desafios no mercado de TI”.

"Futurecom 2017 foi uma oportunidade muito interessante para a ZTE, pois conseguimos estreitar o relacionamento com diversos clientes e encaminhar novos negócios. É um espaço excelente para demonstrarmos nossas soluções e inovações. Além de reforçar nossa liderança com o 5G, nós também conseguimos fechar um contrato com um dos nossos principais clientes. Durante o evento nós também celebramos os 15 anos de ZTE no Brasil, com uma comemoração especial, durante o Festival da Lua chinês", diz Fabiano Chagas, gerente de produtos e marketing da ZTE.

Geraldo Guazzelli, diretor no Brasil da Arbor Networks, ressalta que “estamos buscando preencher lacunas do mercado, em segmentos menores, porém não menos atraentes. O momento e o local se apresentaram muito interessantes para esta ação, principalmente olhando-se para a retomada iminente da economia”.


Sobre o Futurecom
O Futurecom, evento mais importante de Telecomunicação e Tecnologia da Informação na América Latina. Ao longo de sua história, o evento teve a presença de mais de mil expositores diferentes e acima de cem mil visitantes. Surgido em 1998, na cidade de Foz do Iguaçu, o Futurecom foi transferido, posteriormente, para Florianópolis, onde aconteceu entre 2001 e 2007. A partir de sua décima edição, passou a ser realizado em São Paulo, com duas realizações no Rio de Janeiro em 2012 e 2013. No ano passado, o Futurecom contou com a participação de 22.000 visitas de 45 países, reunindo 250 empresas expositoras de vários continentes, 4.000 congressistas e 400 palestrantes.


Sobre a Informa Exhibitions
A Informa Exhibitions acredita que eventos são plataformas de conhecimento e de relacionamento, que auxiliam a impulsionar a economia brasileira. A empresa é filial do Informa Group, maior organizador de eventos, conferências e treinamentos do mundo, com capital aberto e papéis negociados na bolsa de Londres. Dentre os eventos realizados pela Informa Exhibitions no Brasil estão: Agrishow, Fispal Tecnologia, Fispal Food Service, ForMóbile, Futurecom, ABF Franchising Expo, Serigrafia SIGN FutureTEXTIL e Feimec, num total de 21 feiras setoriais. A Informa Exhibitions possui escritórios em São Paulo (sede) e Curitiba, com cerca de 200 profissionais. Nos últimos quatro anos, a empresa investiu cerca de R$ 400 milhões no Brasil em aquisições de eventos e marcas, o que levou a decisão estratégica de alterar o nome da empresa no Brasil de BTS Informa para Informa Exhibitions.

Última modificação em 06 Outubro 2017