Publicado em Tecnologia

NVIDIA anuncia eGPUs para profissionais de design e novo SDK Optix 5.0 que maximiza o desempenho da renderização

por em07 Agosto 2017 50 acessos
  • .
Report ThisConteúdo Inadequado? Avise-nos

Renderização interativa, VR e desenvolvimento de AI agora são possíveis em notebooks; novo kit de desenvolvimento Optix 5.0 proporciona desempenho de renderização equivalente a 150 servidores

A NVIDIA anuncia duas novidades voltadas para designers e profissionais que trabalham com renderização e que demandam alto poder de processamento, mas que precisam da mobilidade inexistente nos poderosos servidores de alto desempenho.

A primeira notícia é a chegada das novas eGPUs (placas de vídeo externas) que proporcionam o poder das GPUs NVIDIA Quadro e NVIDIA Titan X a profissionais criativos com recursos gráficos de baixo desempenho.  Agora, esses profissionais podem aproveitar o poder das duas GPUs mais poderosas da NVIDIA e aumentar drasticamente o desempenho dos seus aplicativos.

“Embora seja necessário mais poder computacional do que nunca para fluxos de trabalho de VR, renderização fotorrealista e AI, os sistemas móveis estão se tornando cada vez mais leves e finos, com desempenho e memórias limitados”, afirma Bob Pette, vice-presidente de virtualização profissional da NVIDIA. “Nossas eGPUs agora podem resolver esse problema, pois permitem que os profissionais se conectem às nossas placas de vídeo mais avançadas para realizar os melhores trabalhos nos aplicativos mais exigentes do ponto de vista gráfico”.

A GPU Quadro será disponibilizada por parceiros de eGPU qualificados para os que usam aplicativos avançados de criação de conteúdo para animação, gradação de cores e renderização, assim como aplicativos CAD e de simulação. O processo de qualificação garantirá aos usuários a compatibilidade, a confiabilidade e o desempenho de suas soluções Quadro eGPU.

Para assegurar que os consumidores profissionais desfrutem de um desempenho excelente com aplicativos como o Autodesk® Maya® e o Adobe® Premier Pro, a NVIDIA também está lançando um  novo driver de desempenhopara a TITAN X a fim de torná-la mais rápida do que nunca.

Novo SDK OptiX 5.0 proporciona um desempenho de renderização equivalente a 150 servidores

A NVIDIA anuncia também que está levando o poder da inteligência artificial (AI) para a renderização com o lançamento do SDK do NVIDIA OptiX™ 5.0, que oferece recursos novos e avançados de Ray-Tracing. 

O OptiX 5.0 em execução na NVIDIA DGX Station™, a estação de trabalho para escritórios recém-lançada da empresa, dará a designers, artistas e outros profissionais de criação de conteúdo uma capacidade de renderização equivalente a 150 servidores padrão baseados em CPU. Esse acesso à computação acelerada por placas de vídeo fornecerá uma capacidade extraordinária para iterações e inovações com velocidade e desempenho e por uma fração do custo.

“Os desenvolvedores que usam nossa plataforma podem permitir que milhões de artistas e designers acessem os recursos de um render farm diretamente de suas mesas”, afirma Bob Pette, vice-presidente de virtualização profissional da NVIDIA. “Com a criação de aplicações baseadas no OptiX, eles podem levar o poder extraordinário da AI aos seus clientes, potencializando a criatividade e aumentando muito a produtividade deles”. 

Os novos recursos de Ray-Tracing do OptiX 5.0 agilizam o processo necessário para visualizar designs ou personagens, aumentando drasticamente a capacidade dos profissionais de interagir com seus conteúdos. Ele apresenta um novo recurso de denoising para acelerar a remoção de granularidade de imagens e oferece um desfoque de movimento acelerado por placa de vídeo para efeitos de animação realistas.

O OptiX 5.0 será disponibilizado sem custos para desenvolvedores registrados em novembro.

150 servidores que consomem apenas 1,5 Kilowatt

Usando o NVIDIA OptiX 5.0 em uma DGX Station, os criadores de conteúdo podem acelerar significativamente o treinamento, a inferência e a renderização. Um sistema extremamente silencioso que cabe sob uma mesa, a NVIDIA DGX Station usa a mais recente geração de placas de vídeo NVIDIA Volta, o que o torna o sistema de renderização com AI mais potente disponível. 

Para obter um desempenho de renderização equivalente ao de uma DGX Station, os criadores de conteúdo precisariam acessar um render farm com mais de 150 servidores, que exigiriam cerca de 200 quilowatts de energia, enquanto a DGX Station consome apenas 1,5 quilowatt. O custo de comprar e operar esse render farm chegaria a US$ 4 milhões ao longo de três anos, frente a menos de US$ 75 mil para uma DGX Station. 

A NVIDIA trabalha com vários dos mais importantes visionários do setor de criação e empresas de tecnologia do mundo, como estúdios de Hollywood, para definir os rumos do uso da AI em renderização, design, geração de personagens e criação de mundos virtuais. Eles expressaram amplo apoio às inovações mais recentes da empresa:

       “A AI está transformando as indústrias em todos os lugares. Estamos empolgados de ver como as novas tecnologias de AI da NVIDIA melhoram o processo de filmagem”. –Steve May, vice-presidente e CTO da Pixar

       “Somos grandes fãs do NVIDIA OptiX.  Ele reduziu significativamente nosso custo de desenvolvimento, mantendo o núcleo do Ray-Tracing do nosso renderizador Clarisse nas placas de vídeo NVIDIA, e oferece um desempenho extremamente rápido.  Com o potencial de reduzir significativamente os tempos de renderização com denoising acelerado por AI, o OptiX 5 é muito promissor, pois ele pode se tornar um divisor de águas nos fluxos de trabalho de produção”. – Nicolas Guiard, engenheiro principal da Isotropix

       “A AI tem o potencial de turbinar o processo criativo.  Vislumbramos um futuro no qual a criatividade dos nossos artistas seja libertada com a AI. Um futuro no qual pinteis poderão realmente pensar e permitir que os artistas criem imagens e experiências inicializáveis há alguns anos.  Na Technicolor, partilhamos da visão da NVIDIA de definir um caminho que aprimore o conjunto de ferramentas para elementos criativos a fim de aprofundar as experiências do público”. – Sutha Kamal, vice-presidente de estratégia de tecnologias da Technicolor 

Ambas as novidades foram anunciadas durante a SIGGRAPH 2017, a maior conferência anual voltada a computação gráfica e técnicas interativas do mundo, realizado no início de agosto em Los Angeles.