Publicado em Transporte

Aliança e Hamburg Süd criam projeto para conscientizar motoristas sobre acidentes e prevenir perdas em suas operações

por em24 Agosto 2017 72 acessos
  • .
Report ThisConteúdo Inadequado? Avise-nos

Divulgação Divulgação Divulgação

São Paulo, agosto de 2017 – Milhares de acidentes acontecem a cada minuto nas estradas do País.  Por isso, a Aliança e a Hamburg Süd, especialistas no transporte porta a porta - no qual é possível utilizar diversos modais numa mesma operação-, criaram um projeto de prevenção de acidentes, que visa não somente reduzir os incidentes rodoviários em suas atividades, mas principalmente garantir a integridade da vida humana e do meio ambiente.

O Projeto Prevenção de Acidentes, batizado de PPA, baseia-se em três principais pilares: Gerenciamento de Riscos, Políticas Internas e Comunicação/Treinamento. Para a Gestão de Riscos, com a ajuda da Open Tech, empresa especializada em gerenciamento de riscos em transportes, foi possível ter maior visibilidade da operação, incluindo informações sobre a velocidade dos motoristas nas estradas, auditorias, inspeções rotineiras nos veículos, assim como a homologação dos pátios para a armazenagem dos contêineres carregados. Sobre as Políticas Internas, tanto a Aliança quanto a Hamburg Süd passaram a incluir cláusulas mais específicas em seus contratos, assim como as penalidades previstas em lei, no caso de descumprimento das regras acordadas.

A última parte e a mais importante do projeto é a Comunicação/Treinamento. Por meio de uma parceria com o SEST-SENAT e as próprias transportadoras desde o mês de Julho, estão sendo realizados workshops nas cidades onde há operações da Aliança e da Hamburg Süd. O evento é sempre ministrado aos sábados e sob a gestão de um analista de risco e da equipe da Open Tech. Os principais temas abordados durante o bate papo são: acidentes de trânsito, direção preventiva, bem-estar do motorista, procedimentos ao volante, manutenção dos veículos e multas de trânsito.

Para não prejudicar a operação, cada transportadora elege seu time de colaboradores para participar do workshop. A ideia é que os motoristas que participarem presencialmente multipliquem a informação para os demais. Porém, obrigatoriamente, todos deverão testar seus conhecimentos em um treinamento on-line e emitir um certificado de conclusão do treinamento. Após um ano, todos passarão por uma reciclagem.

Atualmente, cerca de 2.500 motoristas colaboram nas operações rodoviárias das duas empresas e todos deverão participar do treinamento. “Somos pioneiros nesse tipo de iniciativa. A ideia não é punir, mas prevenir e padronizar todo o processo de transporte rodoviário. Hoje, muitas transportadoras que trabalham conosco possuem esse tipo de treinamento. Outras prestam um ótimo trabalho, mas não possuem a iniciativa. Garantir o ritmo certo da operação e aumentar a qualidade dos serviços irão beneficiar a todos”, comenta o gerente nacional de Operações Intermodais da Hamburg Süd, Fernando Camargo.

A primeira cidade a receber o PPA foi Santos. Após quatro sábados consecutivos, cerca de 130 motoristas puderam participar do treinamento e compartilhar suas experiências. Até o final de 2017, o projeto irá passar por mais 9 cidades.

Sobre a Aliança Navegação e Logística

A Aliança Navegação e Logística foi fundada em 1950 por Carl Fisher. Em 1998, a empresa foi adquirida pelo Grupo Oetker, também proprietário da Hamburg Süd. Em 1999, a Aliança retomou o transporte de cabotagem no Brasil, que até então era subutilizado.

Entre 2013 e 2014, a Aliança reestruturou sua frota de cabotagem com um investimento de R$ 700 milhões na compra de 6 navios porta-contêineres com capacidades que variam de 3.800 TEUs a 4.800 TEUs. Atualmente, a empresa conta com 11 navios em operação no serviço, com amplo atendimento em 15 portos de Buenos Aires até Manaus, e um total de 104 escalas mensais.

A Aliança é market leader na cabotagem e possui uma carteira de clientes que vai do arroz ao zinco, com grandes, pequenas e médias empresas e em praticamente todos os segmentos do mercado, com destaque cada vez maior para os segmentos de bens de consumo duráveis. No ano passado, a cabotagem cresceu 7% em relação a 2015 e a expectativa para este ano é manter o ritmo de crescimento. Em 2016 foram movimentados 210 mil TEUs, o que significa um incremento de 15 mil TEUs em relação ao ano anterior.

A empresa tem forte atuação no mercado externo, com 25 navios porta-contêineres que fazem a rota internacional, distribuídos em 9 serviços. Além disso, oferece o transporte de granéis (fertilizantes, grãos e minérios), onde são utilizados 8 navios com capacidade que vão de 38 mil toneladas a 45 mil toneladas.

Sobre a Hamburg Süd

Hamburg Südamerikanische Dampfschifffahrts-Gesellschaft KG - Hamburg Süd está entre as dez maiores empresas de transporte marítimo de contêineres em todo o mundo. Com 116 navios de contêineres, capacidade física para mais de 600.000 TEUs e cerca de 50 serviços de linha, a empresa conta com 6.300 funcionários em 250 escritórios espalhados por todo o globo, garantindo que os clientes recebam soluções logísticas sob medida para suas necessidades específicas. O transporte de produtos frescos é uma competência essencial do grupo de transporte de cargas. A Hamburg Süd é um dos 5 maiores transportadores frigoríficos e está entre os líderes de mercado nas rotas comerciais Norte-Sul. Desde o final de 2014, a empresa também vem operando nas rotas comerciais Leste-Oeste. Fundada em 1871, a Hamburg Süd possui presença global como um armador de alta qualidade por meio de sua subsidiária brasileira, Aliança, e sob a marca CCNI (Compañía Chilena de Navegación Interoceánica. Na categoria de transporte marítimo de cargas não regular (tramp shipping), a empresa opera graneleiros e petroleiros sob os nomes Rudolf A. Oetker (RAO), Furness Withy Chartering e Aliança Bulk (Aliabulk). Além de elevados padrões de qualidade, a atuação sustentável é uma parte fundamental da filosofia corporativa da Hamburg Süd. Para obter mais informações on-line, visite hamburgsud.com.