CãoCurso, bailinho e feira de adoção agitam o Carnaval das crianças e pets em Maringá

​Evento acontece na segunda, 4, no Catuaí; inscrições podem ser feitas no local mediante doação de ração para ONG Vira Pet


CãoCurso, bailinho e feira de adoção agitam o Carnaval das crianças e pets em Maringá 1

A folia das crianças e dos pets já tem data marcada no Catuaí Shopping Maringá. Na segunda-feira de Carnaval (4 de março), a Praça Central do Shopping será palco do CãoCurso de fantasias exclusivo para cachorros, às 15 horas, e para o Bailinho de Carnaval para as crianças, com músicas e recreação a partir das 16 horas. Simultaneamente vai acontecer uma feira de adoção de cães filhotes e adultos no hall de acesso ao Shopping, na porta principal da Avenida Colombo (acesso B).

No Cãocurso, criatividade, fofura e estilo serão os quesitos avaliados pelos jurados, que vão selecionar um ganhador para cada uma das três categorias: fantasia, simpatia e semelhança com o dono.Os vencedores serão premiados com presentes especiais.

A dupla de pugs Vicky e Pandora já é veterana no CãoCurso e nesta 2ª edição elas irão participar como embaixadoras do evento. A dona dos cães, Kerly Mantonvani Cavalin, administra o perfil @vicky_pan_pugs com 10 mil seguidores no Instagram e dá umspoilersobre a fantasia.

“Já encomendei as fantasias que virão do Rio Grande do Sul, a Vicky e a Pan irão de sereias e o Luck, pug macho que adotei recentemente, irá de marinheiro. Será uma festa não só para os pets que vão desfilar, mas também para os que receberão as doações arrecadadas no evento”, conta Kerly.

As vagas para participar do concurso são limitadas a 30 cachorros. As inscrições podem ser feitas no dia e local do evento, das 13h às 14h, mediante a doação de 1 quilo de ração, que será destinada à ONG Vira Pet. Além da fantasia, é obrigatório o uso de coleira e guias.

A ONG maringaense Vira Pet é formada por voluntários independentes que têm como lema ajudar vira-latas a virarem pets. Seis voluntárias trabalham para viabilizar a castração, vacinas, alimentação e encaminhamento para adoção de animais de rua, além de administrarem três “cãodomínios” em bairros periféricos da cidade que atendem cerca de 100 cães.

“Nossa demanda de ração por semana é de aproximadamente 200 quilos. As doações que receberemos dos clientes do shopping serão muito bem-vindas”, ressalta Aryelle Malheiros Caruzzo, voluntária da ONG.Para adotar um bichinho, o interessado deve apresentar documento oficial com foto. Menores de 18 anos devem estar acompanhados pelos pais ou responsável.

Catuaí pet friendly

Desde 2012, o Shopping permite a entrada e circulação de animais de estimação de pequeno, médio e grande porte (conforme Lei Municipal número 11.468/2001) pela área comum e em lojas identificadas. Não é permitida a circulação no interior das lojas que não têm adesivo de sinalização pet friendly, praça de alimentação e área de restaurantes.

Todos os animais devem ser conduzidos com coleira e guias compatíveis com o porte. Raças como pit bull, bull terrier, staffordshire terrier, pastor alemão, rotweiller, fila brasileiro, doberman, mastin napolitano, mastiff devem usar guia, enforcador e focinheira. É permitida a entrada de cão-guia (conforme lei número 11.126).

Os donos devem estar atentos para coletar as “sujeiras” deixadas pelos cães e gatos. Eles serão responsabilizados pela limpeza do local e por eventuais danos causados pelos bichos.


Página 1

Compartilhar Conteúdo
Release / Artigo
Texto com Imagens
Vídeo
Youtube, Vimeo ou Vine
Áudio
Soundcloud ou Mixcloud
Imagem
Fotos e Imagens