Cuidar é importante e cuidar de quem cuida também


Cuidar é importante e cuidar de quem cuida também 2

 

Com o passar do tempo são cada vez mais as pessoas que vivem mais anos, vêem-se obrigadas a trabalhar até mais tarde. O resultado é uma população envelhecida. Isto juntamente com outros fatores leva ao aparecimento de doenças crónicas, incapacidades, doenças degenerativas e numa boa parte à solidão.

Cuidar é importante e cuidar de quem cuida também 3

Isto leva-nos a pensar no papel dos cuidadores ou acompanhantes para estas pessoas que além de ajudarem nas atividades diárias também são uma companhia para estes idosos.

Existem muitos idosos que evitam a todo o custo a ida para um lar porque estar no seu canto , na casa que é deles há tanto tempo e que tantas recordações lhes traz, é muito importante para eles e, é por isso que são muitos juntamente com as suas famílias que optam por ficar nas suas casas e contratar alguém para cuidar deles de dia ou de noite e acompanhá-los também em alguma saída como por exemplo, ao médico.

As enfermidades que estas pessoas enfrentam são das mais variadas e muitas vezes as suas casas não têm as condições necessárias para que eles estejam lá sozinhos. Alguns optam por lares, outros pela casa de familiares e outros contratam acompanhantes cuidadores para que os ajudem nas suas necessidades diárias.

As doenças que mais dependência podem originar são as doenças neurológicas como Alzheimer, Parkinson e AVC.

São muitas as pessoas, na sua grande maioria mulheres, que diariamente cuidam destas pessoas mais dependentes. Seja em lares, ou mesmo dirigindo-se a casa dos doentes, o papel do cuidador é muito importante. Também são muitos os familiares que prestam esse apoio de cuidador.

Este apoio tanto familiar como de fora ajuda em muito a que o idoso não se sinta sozinho e retarda de certa forma a progressão dos problemas que afetam o mesmo.

Mas não nos podemos esquecer que é também é importante cuidarmos de quem cuida porque um cuidador que diariamente lida com pessoas dependentes e, principalmente que sejam dependentes neurológicos e que também possam ser familiares, está sujeito a uma carga emocional muito grande. É preciso que estes acompanhantes cuidadores de idosos tenham formação e tenham alguém pronto para os ajudar para que a sua carga seja mais leve.


Compartilhar Conteúdo
Release / Artigo
Texto com Imagens
Vídeo
Youtube, Vimeo ou Vine
Áudio
Soundcloud ou Mixcloud
Imagem
Fotos e Imagens