Sem categoria

ESET dá dicas para comprar com segurança na Black Friday


A Black Friday de 2018 deve gerar até R$ 2,43 bilhões em vendas pela internet no Brasil, um equivalente a 4 milhões de pedidos online, de acordo com dados da pesquisa eBit/Nielsen. Sabendo da grande quantidade de transações virtuais nesta data, a ESET, líder em detecção proativa de ameaças virtuais, preparou algumas dicas que podem ajudar o consumidor a aproveitar os descontos da Black Friday com segurança:

– Prefira entrar na página oficial. Muitas vezes e-mails de ofertas são recheados de links maliciosos que levam para sites onde é necessário preencher cadastros com dados pessoais para um possível golpe.

– Além disso, confira atentamente a URL, ou seja, o endereço da página para saber se é real. Há golpistas que se aproveitam de nomes famosos para confundir o comprador. Em vez do "m" colocam "rn" para fazer acreditar que o usuário está na página "mercadolivre" quando na verdade está em "rnercadolivre". A identidade visual quase idêntica pode ajudar ainda mais na confusão.

– Quando receber e-mails, verifique o endereço do remetente e se não há erros de ortografia na mensagem. Caso ainda esteja em dúvidas, entre em contato com a marca para entender se a mensagem recebida é verdadeira.

– Cuidado com as promoções que chegam por Whatsapp, Skype ou Messenger do Facebook. Pode ser uma oferta de uma marca real, mas também pode ser o caso de um golpista se passando por empresas famosas, com o intuito de coletar seus dados ou instalar um software malicioso em seu dispositivo.

– Tenha bom senso. Não confie cegamente nas campanhas promovidas nas redes sociais. Os golpistas criam perfis falsos em redes como Twitter, Instagram ou Facebook para fazer campanhas publicitárias para que o usuário conclua a compra de uma oferta irresistível.

– Tome cuidado com anúncios online (banners e pop-ups, por exemplo). Muitas vezes eles podem ser utilizados por criminosos virtuais para redirecionar para sites maliciosos.

– Desconfie de tudo que não foi solicitado. Ignore boletos a pagar de produtos ou serviços que não solicitou ou um suposto prêmio a receber de uma promoção da qual não participou.

– Senso de urgência nem sempre é real. Cuidado com anúncios como "clique agora" ou "entre em contato o mais rápido possível", são formas bastante comuns de fazer o usuário agir sem pensar e colocar seus dados onde não deve.

– Por fim, cuide da segurança de seu dispositivo. Ao fazer uma compra ou operação financeira, use uma conexão segura, como uma rede wi-fi conhecida ou, melhor ainda, seu plano de dados pessoal. Além disso, quando for pesquisar e comprar, utilize um dispositivo com sistema operacional e antivírus sempre atualizados.

“O bom senso é a melhor ferramenta para manter-se seguro. Quando uma oferta for boa demais para ser verdade, desconfie. Além disso, procure sempre os sites oficiais dos varejistas e pesquise sobre os anunciantes dos quais nunca ouviu falar antes de concluir uma compra. Não se esqueça também de checar a política de privacidade do site em que está comprando”, alerta Camillo Di Jorge, country manager da ESET no Brasil.


Natalia

Compartilhar Conteúdo
Release / Artigo
Texto com Imagens
Vídeo
Youtube, Vimeo ou Vine
Áudio
Soundcloud ou Mixcloud
Imagem
Fotos e Imagens