IPG entrega Prêmio Capes de Tese 2011 nas categorias PG de Química, Matemática e Física


Na última quarta-feira (11), o IPG (Instituto Paulo Gontijo) fez a entrega do Prêmio Capes de Tese 2011 nas categorias PG de Química, PG de Matemática e PG de Física, na sede da Capes (Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior), em Brasília. O evento contou com a participação do Ministro da Educação, Aluízio Mercadante; do presidente da Capes, Jorge Almeida Guimarães; do presidente do CNPq (Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico), Glaucius Oliva; e o presidente do CNE (Conselho Nacional de Educação), José Fernandes de Lima.

Marcela Gontijo, vice-presidente do instituto, foi a representante da família, que estava toda presente ao lado de Silvia Tortorella, diretora-executiva e Luis Ros, conselheiro. “Apoiamos hoje os jovens que, com seus estudos e descobertas, nos proporcionam o ponto de partida para possibilidades fabulosas no futuro”, explicou Marcela diante da grande platéia. Posteriormente, entregou o incentivo financeiro de R$ 15 mil para os vencedores.

O Ministro da Educação ressaltou a importância de ações, como as do IPG, no incentivo à pesquisa. “Temos que mostrar ao nosso país o valor destas famílias que designam um pouco de seus bens pelo crescimento da cultura”, apontou Mercadante. A grande participação das mulheres também foi ressaltada pelo Ministro. O presidente da Capes agradeceu a participação do Instituto. “Obrigada ao IPG que pelo terceiro ano consecutivo apoia as áreas das ciências com o Prêmio PG”, discursou Guimarães.

O prêmio PG é uma homenagem ao físico e engenheiro Paulo Gontijo, que criou o IPG com o objetivo de fomentar o estudo da ciência e contribuir com a humanidade no desenvolvimento do conhecimento.

Os ganhadores

Os ganhadores nas categorias Química, Matemática e Física foram, respectivamente, Barbara Vasconcellos da Silva, da UFRJ (Universidade Federal do Rio de Janeiro), com a tese “Síntese de ferroceniloxindóis e o estudo da cloração de isatinas com ácido tricloroisocianúrico”; Maurício Barros Corrêa Júnior, pelo trabalho “Integrabilidade algébrica de folheações holomorfas e o problema de poincaré”, pela UFMG (Universidade Federal de Minas Gerais); e Maureen Joel Lagos Paredes, da Unicamp (Universidade Estadual de Campinas), com o estudo “Efeitos estruturais na condutância quântica e na deformação mecânica de nonofios metálicos”.

Todas as teses de doutorado que participaram do Prêmio foram defendidas em 2010.

Sobre o IPG

O Instituto Paulo Gontijo é uma instituição idealizada pelo físico e engenheiro Paulo Gontijo e está sob o comando de sua filha Marcela Gontijo e equipe. Tem o objetivo de fomentar o estudo da ciência e contribuir com a humanidade no desenvolvimento do conhecimento nas áreas da educação e saúde. O IPG ainda incentiva os estudos sobre a ELA – Esclerose Lateral Amiotrófica, nas áreas de diagnóstico, genética, tratamento e epidemiologia. Desde 2007, estimula pesquisadores e jovens na busca pela inovação da medicina, por meio do Prêmio PG de Medicina, em parceria com a MNDAssociation.

Informações à imprensa:
COMMUNICA BRASIL
PABX: (11) 3868-0300
Andrea Funk: andrea@communicabrasil.com.br
Aline Alves: aline@communicabrasil.com.br
Bárbara Cristiano: barbara@communicabrasil.com.br

 

 


Communica Brasil

Compartilhar Conteúdo
Release / Artigo
Texto com Imagens
Vídeo
Youtube, Vimeo ou Vine
Áudio
Soundcloud ou Mixcloud
Imagem
Fotos e Imagens