Sem categoria

Quase 90% dos brasileiros consideram saúde péssima, ruim ou regular


Quase 90% dos brasileiros consideram saúde péssima, ruim ou regular 1

Oitenta e nove por cento dos brasileiros classificam a saúde – pública ou privada – como péssima, ruim ou regular. A avaliação é compartilhada por 94% dos que possuem plano de saúde e por 87% dos que dependem do Sistema Único de Saúde (SUS), segundo dados apresentados no dia 26 de junho pelo Conselho Federal de Medicina (CFM).

Para os entrevistados, os políticos que vencerem o pleito deste ano devem adotar medidas que combatam a corrupção na área da saúde (26%); reduzam o tempo de espera por consultas, exames, cirurgias e outros procedimentos (18%); aperfeiçoem a fiscalização dos serviços na rede pública (13%); fomentem a construção de mais postos e hospitais (11%); e garantam melhores condições de trabalho e de remuneração para médicos e outros profissionais da área (9%). [Agência Brasil]

Como Pré-Candidato a Deputado Estadual, considero que são necessárias e extremamente urgentes novas políticas de investimentona Saúde Pública de São Paulo e do país, e isso quer dizerdestinar mais recursos para um funcionamento de maior qualidade e oferta destes serviços.

Assim como, devemos valorizar os profissionais da área, que muitas vezes trabalham sem as mínimas condições, isto é, na ausência de materiais, equipamentos e estrutura física adequada. A valorização destes trabalhadores é fator decisivo para que os serviços sejam prestados de maneira mais satisfatória e eficiente. 


HINA

Compartilhar Conteúdo
Release / Artigo
Texto com Imagens
Vídeo
Youtube, Vimeo ou Vine
Áudio
Soundcloud ou Mixcloud
Imagem
Fotos e Imagens